Do dia 27/11 ao dia 01/12, as Unidades Básicas de “Estratégia Saúde da Família” de Tanabi (ESF), estarão oferecendo os testes rápido de HIV e Sífilis, que são realizados com uma gotinha de sangue do seu dedo.

Os resultados são entregues no mesmo dia!

Os testes são gratuitos, sigilosos e não requerem jejum.

 

Cronograma

  • Terça-feira, dia 28, das 08h ás 12h, os atendimentos acontecem nos ESFs João Batista Toledo Leme e Manuel de Souza Alves, no bairro Nova Tanabi, e Dr. Francisco Assis Santana, próximo ao Fórum.

 

  • Quarta-feira, dia 29, das 08h ás 12h, os atendimentos acontecem no ESF Oswaldo Federico, no bairro Jardim Centenário.

 

  • Quinta-feira, dia 30, das 08h ás 12h, os atendimentos acontecem nos ESFs Dr. Newton José Cucolicchio, no Jardim Boa Vista, e Milton Martins Perches, na Rua Coronel Militão, 1280.

 

Quando fazer os Testes?

 

  • Se você tem uma vida sexualmente ativa;
  • Se você manteve relação sexual (oral, vaginal, anal) sem camisinha;
  • Se você compartilhou agulhas e seringas;
  • Se você está grávida ou pretende engravidar;
  • Se sua mulher está grávida.
  • Se você ainda não fez o teste e for ao médico por qualquer motivo de saúde ou rotina, peça para fazer os exames de HIV e de Sífilis.

 

Por que fazer o teste rápido de HIV/AIDS?

 

  • Porque iniciar o tratamento o quanto antes, traz mais qualidade de vida;
  • Se você tem o HIV e não sabe, pode transmitir o vírus para outras pessoas sem saber;
  • A AIDS não tem cura, mas tem tratamento gratuito que permite viver por muito tempo;
  • Em caso de gravidez, mães com HIV têm 98% de chance de ter filhos sem HIV, se fizerem o tratamento;
  • O teste é indicado também se você tem ou teve tuberculose e Hepatite;
  • E se você teve ou acha que teve uma doença sexualmente transmissível (DST) também é importante fazer o teste de HIV.

 

Por que fazer o teste rápido de Sífilis?

 

  • Porque uma pessoa pode ter Sífilis e passar muito tempo sem sentir nada;
  • Porque Sífilis tem cura e tratamento gratuito na rede pública;
  • Porque tratar o quanto antes previne que a Sífilis avance silenciosamente e se agrave;
  • Importante lembrar-se, de também testar e tratar seu (sua) parceiro (a) sexual;
  • Em caso de gravidez, mães com Sífilis podem ter filhos sem Sífilis se fizerem o diagnóstico e tratamento durante a gestação. Neste caso é importante também tratar o parceiro sexual.

 

Comunicação Secretaria Municipal de Saúde

 

Palavras-chave

Comentários